Artigos Brasil Comunicação Sustentável Cultura de Direitos Mídia Livre Mude o Sistema, Não Mude o Clima! Mundo Sociedade Sustentabilidade

Urgência de amor, urgência de uma vida sustentável!

Foto Jornal O Globo, divulgação do filme Eduardo e Mônica

Urgência de amor, urgência de uma vida sustentável

Sinal vermelho para o ano de 2020!

Pare!

As elucubrações sobre 2020, o ano da pandemia da C-19, revela os falsos interlocutores da paz e fraternidade.

Presta atenção!

Quem era ruim antes da pandemia, vai ficar pior! Quem era bom, vai ficar melhor!

Aprendi, que a vida se revela nos detalhes. Pare e observe, o que realmente as pessoas próximas à você em meio a pandemia?

A minha avó dizia: “o sapato faz o terno!”, “não corte o cabelo no dia da festa!”, minha avó dizia.

Mas o que isso representa para avaliar o comportamento das pessoas na era da pandemia?

Representa, que observamos pouco e falamos muito, e falamos qualquer coisa que possa parecer irrefutável, é como se colocássemos um valor, um preço ou uma barganha em nossas falas, assim ganhamos atenção!

Para as boas pessoas, caminha-se para abrir os caminhos e levar junto todos os afetos, e 2020 tem sido uma estrada lamacenta e escura, mas a luz aparece timidamente vinda da nossa urgência de amor!

Obviamente, estamos tentando colaborar coletivamente para salvar as vidas das pessoas. Hoje, somos os heróis de nossas vidas e das vidas das pessoas que amamos!

Mas goste de quem gosta de você!

Mas coopere com todos, vivemos uma pandemia, e muito oportunismo cruel e desumano aparece, como por exemplo, mas só um exemplo mesmo: pedir comida em casa, a bolha do egoísmo, pois sabemos cozinhar em casa, mas existe a sádica necessidade de colocar o trabalhador de entregas em perigo, justificando que eles precisam trabalhar e que as pessoas de comida feita fora de casa!

Já havia uma global crise econômica, antes da pandemia, sou cética em relação às ações econômicas para salvar os trabalhadores, e a pandemia veio em um momento circunstancial onde era o tudo ou o nada, os governantes fingem se preocupar com a saúde dos trabalhadores, por que não se preocuparam antes?  

Nós vamos nos salvar, não os que governam.

Enquanto estamos em casa, administrando dor e isolamento (isolamento dói muito), os canalhas políticos já estão em campanha eleitoral, eles não amam ninguém, amam o dinheiro, e a pandemia é palco pra esses loucos, e lucraram também em varias atividades corruptas desviando verbas públicas, da saúde pública, em plena pandemia, é bizarro!

Que a nossa urgência de amor seja revolucionária e humanitária, eu acredito nas pessoas que amam, nas pessoas que ajudam, nas pessoas de fé, nas pessoas que trabalham, nas pessoas que dão bom dia!

Eu acredito no amor e em uma vida mais sustentável, em que possamos fazer nossas escolhas, viver em paz com o meio ambiente e promover sentimentos profundos com as pessoas e com a natureza, e frear a ganância daqueles que acreditam que o planeta é um loft de aluguel, não, não é! É a nossa casa, e temos urgência em amar mais e cuidar de nossa casa com sustentabilidade e respeito!

Humanos predadores de humanos, não passarão!   

Foto Jornal O Globo
Views All Time
Views All Time
69
Views Today
Views Today
2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *