Artigos Comunicação Sustentável Cultura de Direitos Mundo

Russas e brasileiras, o matriacardo!

Valentina Tereshk

Russas e brasileiras, o matriacardo!

Russas e brasileiras, são apenas separadas pela geografia. São as mesmas pessoas, fortes, trabalham incessantemente, boas mães, atentas ao mundo e retidas em silêncio para decidirem o que deve ser decidido com muita geometria doméstica e social, algo que só as mulheres conseguem!

Russas e brasileiras, são a representação máxima do matriacardo.

Na literatura russa, as mulheres são o composto químico, entre o fugaz e a valsa dos salões da burguesia russa, ou as russas idiotizadas do interior que ambicionam casamento e o vestido marrom para as missas dominicais, na literatura brasileira, a brasileira é relatada como um arremedo de vassala francesa e ambiciosa. Também tem a “morena”, doce e sempre sedutora, capaz de perder o juízo para estar sempre em estado de servidão!

Os escritores são cruéis com as mulheres. Talvez seja complexo de inferioridade ou misoginia.

Freud ( o psicanalista antipático ao feminino), dizia que as mulheres se aglomeram, para que a competição entre elas fosse estrategicamente pensada, porque o que se compete em massa não tem identidade!

Mentira!

Mulheres não competem entre si, essa é uma invenção das mais severas do capitalismo, para que uma lógica mercantilista se estabelecesse, e assim criaram a vaidade de consumo.

As mulheres são vaidosas, mas existe uma vaidade sentimental, é um tipo de vaidade de se satisfazer em organizar a vida, o trabalho, a família e cuidar dos amigos!

Na vaidade sentimental, uma vaidade emocional, uma vaidade bonita e que exagera de tanto amor, eu percebo muita similaridade entre as russas e as brasileiras, são mulheres que trabalham ou trabalhavam muito, e agregavam nos filhos toda a dedicação, a mesma dedicação que doavam ao trabalho, cerca de 40% das mulheres russas sustentam suas casas, 65% das mulheres brasileiras sustentam suas casas, e por estatística, essas mesmas mulheres russas e brasileiras, mesmo trabalhando em diversas profissões e com carga dobrada de trabalho, porque também mantém o trabalho doméstico, mulheres russas e brasileiras, quando sozinhas e mantenedoras de seus filhos, 100% delas mantém seus filhos na escola, na Rússia quase a totalidade dos filhos de mães solteiras, separadas ou viúvas, ingressam nas Universidades, no Brasil 20% dos filhos de mães “chefes de família”, ingressam na Universidade ( publica e gratuita), é um dado honroso para as nossas mulheres brasileiras. ( Fonte ONU Mulheres).

Se uma russa e uma brasileira sentassem para conversar, certamente falariam dos filhos e depois talvez das suas respectivas profissões, e por ultimo fariam compotas, porque são obcecadas pelos filhos e pelo trabalho!

O matriacardo existe, e tem representatividade, basta conhecer a historia da sua avó e a história da sua mãe!         

Valentina Tereshk

 

Views All Time
Views All Time
56
Views Today
Views Today
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *