Curitiba, 16 de agosto de 2018 – Plataforma já reúne 74 candidatas e candidatos que assinaram Termo de Compromisso com os Direitos LGBTI+ no Brasil. Meta é chegar à 200 candidaturas LGBTI+ e aliadas nestas eleições.

A Plataforma LGBTI+ Eleições 2018 é uma iniciativa da Aliança Nacional LGBTI+ e parcerias que reúne e divulga as candidaturasque assumiram um compromisso com os Direitos LGBTI+ no Brasil. A Plataforma,lançada oficialmente hoje (16), já conta com 74candidaturasregistradas.Destas: 2 ao cargo de Presidente da República,2 ao Senado,20 ao Legislativo Federal,46 ao Legislativo Estadual e 4 aos Governos Estaduais.

De todas as pessoas que registraram seu compromisso com as propostas da Aliança Nacional LGBTI+, 39 são LGBTI+ e 35 são aliadas. Entre as pessoas LGBTI+, temos as seguintes identidades de gênero: 1 pessoa agênera, 19 homens cisgêneros, 1 homem trans, 7 mulheres cisgêneras e 11 mulheres trans. Nos alegra o elevado número de candidaturas trans mesmo neste primeiro dia de lançamento da Plataforma, número este maior que o do ano passado, de 6 pessoas.

Em relação às orientações sexuais deste mesmo grupo de candidaturas LGBTI+, temos: 3 bissexuais, 17 gays, 8 heterossexuais, 8 lésbicas, 2 pansexuais e 1 outras. É importante lembrar que orientação sexual é diferente de identidade de gênero, por isso temos pessoas trans heterossexuais entre a contagem – para esta discussão, consulte nosso Manual de Comunicação LGBTI+ 2018.

A Plataforma LGBTI+ Eleições 2018 é coordenada por Toni Reis, Diretor Presidente da Aliança Nacional LGBTI+; por Claudio Nascimento, Coordenador de Políticas Públicas e por Irina Bacci, Coordenadora de Direitos Humanos.

Segundo Toni Reis, “é fundamental não termos medo da política, não criminalizá-la, não demonizá-la, e sim fazer o diálogo transparente, ético e aberto com as candidaturas de pessoas LGBTI+ e de pessoas aliadas que se comprometeram com a nossa Plataforma. Recomendaremos o voto em quem firmou o compromisso com a nossa plataforma. Autorizaremos publicizar materiais em nossas redes sociais e pedimos aos nossos afiliados e parcerias que façam o mesmo. Temos quer ter lado, e nosso lado é o da democracia e não da barbárie. O pluripartidarismo para nós é um princípio inegociável. Temos pessoas aliadas na maioria dos partidos. Vamos debater!”. A meta da organização é chegar a 200 candidaturas LGBTI+ e aliadas registradas na Plataforma.

A Plataforma LGBTI+ Eleições 2018 é mais que um levantamento de candidaturas LGBTI+. “Candidatas e candidatos que não aderirem à Plataforma Mínima proposta pela Aliança Nacional LGBTI+ não entram na lista. É preciso estar de acordo com as propostas para o legislativo e o executivo relativas aos Direitos LGBTI+.Não é apenas um levantamento de candidaturas LGBTI+, portanto, mas de compromisso com esta pauta!”, explica Humberto Souza, Coordenador de Comunicação.

A Plataforma será atualizada a cada 3 dias com as novas candidaturas e pode ser consultada pelo site da Aliança Nacional LGBTI+: www.aliancalgbti.org.br/eleicoes2018

Sobre a Aliança Nacional LGBTI+ – A Aliança Nacional LGBTI é uma organização da sociedade civil, pluripartidária e sem fins lucrativos. Teve seu registro formal em 2003, passando a atuar como uma rede em 30 de maio de 2009, inicialmente na forma de uma lista de discussão na internet. Em 2016, deu início à organização do seu trabalho de promoção e defesa dos direitos humanos e cidadania, em especial da comunidade LGBTI+, nos estados brasileiros através de parcerias com pessoas físicas e jurídicas. Mais informações: www.aliancalgbti.org.br

Views All Time
Views All Time
203
Views Today
Views Today
1



Posts relacionados

É dezembro mas parece o inverno de 1992!

FAMÍLIA BOLSONARO E O ASSESSOR DE 1 MILHÃO DE RAIS.

A técnica do copo com água

Educação e Sustentabilidade!

Onde está The Book?

As mulheres não são coniventes