Artigos

O medo

Instagram

O medo

Existe uma máxima entre os poetas de que o medo é o fomento das paixões.

Drumonnd, citava o medo como se fosse uma espécie de perfume, você conhece e sabe o cheiro, o poeta não relatava exatamente assim, mas o medo estava em sua literatura como uma âncora, um cheiro de mato e um selvagem amigo que temos diante de nós todos os dias.

Muitas pessoas quando sentem medo, procuram a farmácia e consomem de maleato, a remédio para labirintite, como se o medo fosse um labirinto, ou a insônia companheira a qual queremos que seja expulsa com o uso de maleato ( maleato componente químico que compõem analgésicos e outras bobagens paliativas de balcão de farmácia, como a vitamina C, que em realidade nunca será uma vitamina C), o medo tão temido é reduzido ao uso de medicamentos e até mesmo de algumas drogas, que em realidade potencializam a “ressaca do medo”.

A “ressaca do medo”: irritabilidade, insegurança, teorias conspiratórias, ataques de pânico e dor de estomago, e por fim aquela arrogância comportamental que nos silencia e nos afasta das pessoas.

O que teria sido de nós sem os medrosos?

É o medo a escola dos corajosos.

As vezes eu fico imaginando o Cristovão Colombo, se não fosse o medo dele de ir até a Índia, não estaríamos aqui hoje.

Porque alguém chegou até ele e disse:

– Colombo, vamos entrar nesse mar de meu Deus, quem sabe descobrir umas Américas e a gente desvia da Índia, quem sabe? Talvez seja bom Colombo, entrar em umas florestas fechadas, olha Colombo te garanto que é melhor do que ficar aqui pelos corredores do Vaticano…

Colombo entrou em um navio imundo, com muito medo, e aqui estamos…

É possível que nessa historia tenha tido muito chinês envolvido, mas chineses não sentem medo, eu particularmente acredito que os chineses descobriram o Brasil e a America toda, sim porque tem um personagem especial, o amendoim. Quando toda a Europa, chegou aqui, nossos ancestrais já estavam fazendo coisas incríveis com amendoins!

Mas o medo, sempre correu em nossas veias, nos leva a fazer coisas incríveis ou nos paralisa diante de coisas incríveis. Tudo é incrível, o medo, a coragem, o silencio, o ócio, a melancolia e a felicidade, o medo responde por todas essas barreiras, ele impõem e nos testa e nos desafia, o desafio vai te colocar na vida definitivamente. A vida é a irmã do medo, a coragem possivelmente a filha do medo, e nós em nossas insanas e maravilhosas desventuras vamos carregando o medo como sempre estivéssemos certos, e estamos sempre errados, porque o erro também é o único caminho para o acerto, e nessa visa, somente nessa vida porque não há outra, acertamos quase nada!          

Eu sou devota de Santa Luzia, é a minha santa favorita, e se não fosse o medo dela quando estava no cárcere, ela não teria arrancado os seus próprios olhos para afrontar os soldados romanos que naquele momento perceberam toda a sua mediocridade como opressores,  opressores e torturadores de uma jovem que rezava e ajudava os pobres, os opressores sentem mais medo do que nós, porque a opressão é o manifesto do monstro que julga, prende e tortura!

A opressão é covardia, o medo sempre é libertador!    

Intagram
Views All Time
Views All Time
51
Views Today
Views Today
3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *