por: Moisés Correia

De um lado uma pessoa pobre fardada portando um fuzil em nome do estado, do outro, outra pessoa pobre marginalizada portanto um fuzil em nome de um mercado. O resultado infeliz disso todos temos vivido na pele

Assim se dá na prática a guerra as drogas, gente matando gente enquanto gente lucra com isso

Sejamos honestos, as pessoas jamais vão deixar de utilizar entorpecentes, a história da humanidade mostra que o ser humano sempre usou desse recurso e continua usando, álcool, cigarro, açúcar, remédios psicoativos e substâncias hoje consideradas ilícitas como maconha, cocaína e LSD não tem tanta diferença assim para as outras

Então porque uma pode e a outra não? Você foi enganado, a outra não pode porque é mais lucrativo que ela permaneça no mercado negro e ele está adorando que você não só pregue a guerra mas lute junto com ele para que isso permaneça assim, é claro! Ele também lucra com essa luta!

Vale a pena lembrar que a guerra também é lucrativa eleitoralmente

Com essa proibição burra criamos o mercado mais lucrativo do mundo, na ilegalidade ele não paga imposto, não pode ser cobrado de pelo menos alguns compromissos sociais, nem de um mínimo de ética de atuação e ainda que ainda cria um ambiente excelente para o populismo ignorante

Enquanto isso eu e você estamos sofrendo com essa convulsão social que afeta todas as classes de algum modo, umas mais outras menos, mas todos tem sofrido

Nenhum tipo de enfrentamento bélico, por mais brutal que ele seja, será mais forte que a necessidade de driblar o sistema do mundo

O Jovem que nasce em meio a uma realidade de um mundo que cobra sucesso financeiro e social o tempo todo enquanto dá a ele pouca ou nenhuma oportunidade de ascensão precisa driblar o sistema, a pessoa de classe média que vive uma vida ansiosa e agitada precisa driblar o sistema, a pessoa rica que as vezes percebe que nem todo seu dinheiro compra felicidade precisa driblar o sistema

É lógico que existem formas mais saudáveis de driblar o sistema, mas elas são mais difíceis, trabalhosas e exatamente por isso, infelizmente, a maioria das pessoas não vão procurar elas. O tráfico apresenta respostas sociais fáceis as perguntas duras da vida

Se queremos segurança pública então primeiro devemos fazer segurança social, encarar de frente que é necessário reverter esse abismo de classes entre pessoas que não dá oportunidade a todos, desfazer essa guerra onde estamos lutando uns contra os outros e combater o crime com inteligência e não como guerra

Na guerra a morte é a regra e não a apreensão. Intervenções baseadas em táticas militares, quase sempre de resultados de varejo, devem dar lugar a intervenções sociais inteligentes que possam realmente ir a raiz do problema

Meu desejo é de dias melhores para o nosso Brasil, onde brasileiros não vão lutar contra brasileiros

Views All Time
Views All Time
65
Views Today
Views Today
1



Posts relacionados

O machismo nosso de cada dia – O retrato decadente da nossa classe média.

Função da arte – Ocupe a Arte

Liberalismo ou conservadorismo anti-esquerdista?

A arte é o alento da alma! Por Clara Mitre

Unindo a esquerda por um Rio de todos.

A arte de encantar com os 4 elementos!