Por Marina Helou

Maio, mães, política e sustentabilidade.
Maio.
Último dia de Maio.
Maio, mês que comemoramos o dia das mães.
O mês que o país entrou em colapso em uma crise politica.
Mês que nos deparamos com nossa dependência dos combustíveis fósseis e mais uma vez decidimos por uma estratégia de perpetuação do modelo.
Maternidade, Política e Sustentabilidade .
Assuntos interligados na essência.

Politica é o exercício da construção coletiva. Da busca, e da disputa pela visão de maior prosperidade e felicidade para o todo. O Politico, com P maiúsculo é aquele que se dedica a articular e a construir soluções para o melhor do comum, do espaço compartilhado, do projeto coletivo, do futuro do país.

O maternar é um ato politico. A dedicação na formação de outro ser humano, as escolhas particulares de cada mãe, as que seguem o padrão e as que confrontam o estabelecido na sociedade, são atos políticos.
É uma dedicação integral para um coletivo melhor, definição de um ato politico.

Enquanto que sustentabilidade é em sua descrição primordial a nossa capacidade de viver garantindo que as próximas gerações tenham condições senão melhores no mínimo iguais.
A maternidade é pura sustentabilidade. E esse amor que faz tudo se torna prioridade para que possamos dar as melhoras condições para nossos filhos, e para que possamos criá-los para serem as melhores pessoas neste mundo.

Quando pensamos no Brasil, nos vemos a deriva. Nos vemos sem uma imagem comum de futuro, sem um projeto de país. Sem nenhuma perspectiva sustentável. Isso ficou muito claro no mês de Maio. Não temos um acordo comum enquanto nação e nosso tecido social se esgarça cada vez mais que cada individuo ou grupo puxa em sua direção. Sem uma direção clara não vamos para o mesmo lugar e não vamos para lugar nenhum.
Nos vimos completamente dependentes de um setor. Nos vimos completamente dependentes de gasolina. Combustível fóssil que gera o aquecimento global e é finito. Dependentes de um bem que irá acabar.
E nossa solução foi diminuir a taxação, acabar com a CIDE ( enquanto o mundo avança por maior taxação para estimular a transição de matriz) e controlar preços de mercado.
Não foi uma solução com um projeto de futuro, de norte. Não foi uma solução politica.

Maio deixa a oportunidade de refletirmos. Que pais queremos ser? Que pais queremos deixar para os nossos filhos. E que políticos queremos que nos guiem até la? Hoje temos um vácuo de políticos, mas sabemos que não ha vácuo de poder.

Maio deixa de ser o preâmbulo de Junho, da Copa ( continuo me surpreendendo, a cada 4 anos, da astúcia desta concomitância de agendas) e se torna preâmbulo de Outubro, mês das eleições. Da oportunidade para discutirmos qual o projeto de pais que pode nos unir e pode ser um lugar melhor, ou no mínimo não pior, para nossos filhos? E de quais são os Políticos, com P maiúsculo que podem nos levar ate la?
Com certeza maio deixa o lembrete que mais da energia feminina, mais do maternar, só fará bem para o Brasil.

Maio foi meu primeiro dias das mães. E foi minha confirmação de que entre muitos assuntos sou apaixonada por Política . Sigo em ambos os caminhos, na certeza que são coisas complementares, são partes de uma atuação integral. Começo agora a escrever aqui e pretendo abordar aqui alguns assuntos que acho de primeira relevância para o Brasil que podemos, e merecemos, ser: Sustentabilidade como um projeto de pais, Educação, Primeira Infância, Parentalidade, Habitação, Segurança Publica, Reforma Politica, Sistema tributário, Previdência e Mulheres na Politica. Vamos refletir juntos?

Ps: Maio deixa o mundo mais doce também com a chegada da Maya, e o anuncio de um tempo querido.

Views All Time
Views All Time
971
Views Today
Views Today
1

Administradora pública, participante de diversos movimentos políticos. Especialista em Sustentabilidade e Diversidade. São Paulo, São Paulo.



Posts relacionados

Masculinidade tóxica

Funrural, por Solange Engelmann

Coisas boas, atraem coisas boas! Pode acreditar!

Maçã, glicerina e 5 outros motivos para manter-se conectado!

Palavra, ação terapêutica…

O uso do Ácido Fólico, o recorde de vendas em dezembro…