Por: Leonardo Boff

Sustentabilidade  em seu sentido raso  é tudo o que fazemos para que cada ser vivo o inerte se mantenha existente, possa se reproduzir, continuar evoluindo dentro do grande processo geral da evolução. Para cada indivíduo ter uma vida sustentável é garantir autonomia de sua vida, seja na infra-estrutura material seja em sua vida profissional e espiritual. Dizendo de forma concreta: ter uma vida sustentável é poder chegar ao final do mês com as contas pagas, com sua vida regularizada, com seu trabalho garantido e com relativa paz interior e exterior consigo mesmo, com sua família e com os outros.

Socialmente sustentabilidade é aquela situação em que uma respectiva sociedade dentro de seu ecossistema, no seu território, possa ter todas as condições que conferem uma vida minimamente digna para todos os cidadãos, que haja equidade social, redução significativa das desigualdades e uma boa integração dos cidadãos com o meio ambiente, cuidando dele e tirando apenas aquilo que lhes garante uma vida decente e o mantenha em condições de se reproduzir para as atuais e futuras gerações. Nesse conceito amplo de sustentabilidade entram também os dados antropológicos, a cultura, as tradições e festas da região, o reconhecimento da história com seus personagens referenciais e uma atitude geral de reverência e respeito para com todas as coisas, criando assim um cultura ecologia e uma cidadania ecológica.

O aspecto político da sustentabilidade se confunde com o social. Politicamente uma sociedade é sustentável quando garante as condições de convivência pacífica e participativa dos cidadãos, que sabe distribuir as responsabilidades, apoias as organizações de base e incentiva todo tipo de comunicação e criatividade. Importante é a inclusão, a maior possível, de todos e apoiar uma democracia sem fim, quer dizer, vivida como valor universal, em casa, na escola, nas comunidades e na vida política.

Por fim, filosoficamente a sustentabilidade é uma espécie de constante cosmológica: todos os seres do universo e o próprio universo se mantém em evolução, criando novas ordens, não raro a partir de situações de caos, fazendo que  a lei mais universal que é da inter-retro-relação de todos com todos se mantenha dinâmica para permitir que todos os seres, até os mais débeis, possam continuar a existir porque cada um deles é uma expressão do mistério do Ser e da “Fonte Originária da qual tudo vem e para a qual tudo retorna”.Se  não houvesse a sustentabilidade possivelmente o universo e cada um de nós colapsaria, seria tragado pelo caos, nos autodestruiriamos e voltaríamos a ser pó cósmico. A sustentabilidade garante que tudo continue existindo, coevoluindo e realizando um desígnio cujo sentido último nos escapa pois pertence à zona do Indecifrável e do Mistério. E chega.”

Views All Time
Views All Time
307
Views Today
Views Today
2


Posts relacionados

NOTA OFICIAL da Aliança Nacional LGBTI+ sobre declaração do Presidente Jair Bolsonaro

A VIOLENTA EMOÇÃO DE MORO, O “CÔNGE” DA LAVA JATO.

Ter Compliance Eleitoral é ter ética em seu DNA Partidário

A NEGAÇÃO DA POLÍTICA E SEUS PERIGOS.

Você merece ser feliz!

E 2020?