Cultura de Direitos

"Jovens Negros e Eleiçoes"

fb_img_1467767330310

Hoje eu ouvi esta pérola de uma professora de nível superior: “o povo acha que cidadania é só ir votar”. Quanta ignorância!
Essa pensa que as pessoas ainda vivem numa sociedade agrária em transição para a industrialização, quando em verdade vivemos, mesmo que desigualmente, numa sociedade do conhecimento.

Já se foi o tempo em que, para o “povo”, só votar era cidadania. Quem acompanha a vida para além de sua rotina casa-trabalho-entretenimento-casa sabe muito bem que as pessoas querem mais! Pensam muito além e estão criando espaços de pensamento e sociabilidade muito além – e mais criativos – do que as Instituições de Ensino Superior! E é aí que entram os jovens negros.

Erra o(a) candidato(a) que pensa em propor à juventude negra o que ele(a) acha que é melhor para ela. Os jovens negros sabem muito bem o querem, mesmo que não tenham respostas objetivas sobre como alcançar o que almejam.
Antes de dizer o que é cidadania para a juventude negra, dever-se-ia ouvi-la.

Os jovens negros falam da importância do lazer e do transporte público em suas comunidades; eles denunciam o seu extermínio e a violência policial; eles exigem acesso ao Ensino Superior público, gratuito e de qualidade, mas acompanhado de condições para permanência e sucesso; eles não querem ser cuidados, já estão bastante à frente do paternalismo de outrora, a juventude negra quer participar das decisões, compartilhar responsabilidades!

Candidatos, ouçam os jovens negros de suas regiões! Reúnam-se com eles. Para essa juventude não basta sentir que participa, faz-se mister inclui-los como agentes das intervenções sociais, cidadãos que contribuem para a formulação e implementação das políticas públicas.
Por que os jovens negros sabem muito bem que cidadania envolve algo que deve começar muito antes das eleições, e sendo nossa sociedade uma democracia incompleta, algo que será amadurecida durante e bem depois das eleições.

Views All Time
Views All Time
493
Views Today
Views Today
2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *