Artigos Brasil Comunicação Sustentável Mundo Sociedade

Ferrugem

Ferrugem

Foto Sarah Tempesta

“Triste o saber que não traz benefício para o sábio.”  Ricardo Goldenberg, Psicologia das Massas e Análise do Eu, Solidão e Multidão ( página 135, Editora Civilização Brasileira, 2014).

O que nós Biólogos, somos capazes de compreender como processo psicanalítico?

Compreendemos que os saberes ( os saberes de alta cultura, saberes populares, saberes religiosos, saberes sociais e saberes científicos.), ainda são precários e individualistas.

Em 2020, atingimos o ápice da ferrugem!

Todos e tudo em processo de oxidação. Literalmente….

Sabemos pouco, e fingimos que sabemos muito. O ano de 2020, nos trouxe uma realidade possessiva, possessiva de posse propriamente dita, tomou posse de todos!

Alguns meses atrás, eu estava imensamente preocupada com as pessoas depressivas e o mergulho delas, mergulho raso no ano de 2020, raso porque os depressivos sempre estão em uma zona de conforto, a depressão por vezes é um lugar seguro e um isolamento social bastante confortável.

Mas nós, que estamos “fora” da “estabilidade” das ferramentas psicanalíticas, e dos remédios tarja preta, nós enferrujamos!

Nunca imaginei que seriamos tão fortes, é inexplicável essa força, mesmo enferrujados.

Lamentável assistir o espetáculo do egoísmo, mas isso não é o protagonismo do nosso inimigo 2020, o egoísta passa por todos os anos, décadas, eras e jornadas.

Eu deveria ter me acostumado com o egoísmo, uma vez que nós Biólogos passamos uma boa parte de nossas vidas estudando botânica, e vocês não fazem ideia o quanto as plantas são competitivas e criam estratégias de guerra para sobreviver.

Mas a existência das plantas em 2020, é lúdica! A existência humana em 2020, é fortaleza e sobrevivência!

Tudo tem que enferrujar, para que outras coisas aconteçam, é um ciclo, completaremos o ciclo, os fortes estarão mais fracos, e os depressivos mais doentes e tentando nos adoecer, é a dinâmica da barganha emocional, o ser humano é egoísta na saúde e na doença!

Sentiremos falta de 2020, dicotomia? Realidade!

2021, será teste de inicial que pode resultar em algo melhor, para poucos. Pois poucos entendem que “um processo de ferrugem”, é importante para que venham novos conhecimentos e “um saber”, mais simples e compreensível.

Ferrugem corrói, mas não dói.

Eu te agradeço 2020, por me mostrar que eu não sabia nada, mas mesmo assim ainda tenho vontade de aprender muita coisa, e ainda é tempo de renovação!        

Foto Sarah Tempesta

  

Views All Time
Views All Time
43
Views Today
Views Today
2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *