A pressão diária que as mulheres passam!

É quase uma dicotomia falar em direitos femininos quando percebemos que as próprias mulheres numa geografia pontualmente localizada, o Brasil, não conseguem um ato simples viver a sua vida cotidiana. Se é que é possível enfatizar um cotidiano da mulher brasileira, um país que ainda insiste em requintes de crueldade demonstrados todo o tempo através do machismo e da misoginia.

Em 2018, no Brasil são alarmantes os altos índices de alcoolismo diagnosticados pela OMS ( Organização Mundial da Saúde), no Brasil entre mulheres de 25 a 70 anos de idade.

Mas o que o alcoolismo tem como simbologia na saúde da mulher brasileira?

O alcoolismo em realidade não é simbólico é a constatação de uma doença. Uma doença social, hereditária ou comportamental.

O que chama a atenção em dados estatísticos, principalmente os relacionados à saúde  (poucas pessoas se importam, importante é a selfie!), é que muitas doenças voltaram ao universo feminino em uma época onde se discute muito os direitos das mulheres e a defesa das mulheres, direitos e defesa são situações muito distintas. Dar ou aplicar direito às mulheres é por vezes burocrático, defesa é empatia!

As mulheres no Brasil trabalham demasiadamente, assim como todas as gerações de mulheres que antecedem as mulheres da sociedade dita contemporânea ou moderna ou selfie!

Todas as mulheres, todas, são pressionadas no trabalho, família e sociedade, as que estão no mercado de trabalho, o mercado de gente propriamente dito! As que não estão inseridas no mercado de trabalho, sofrem. Sofrem porque precisam alimentar seus filhos e proteger suas famílias, e protegerem a si mesmas. O mundo ainda é o mesmo, repleto de abusos morais, sociais e psicológicos.

Mas puxa vida o mundo está moderno tecnologicamente!

Tecnologicamente, selfie!

Ainda as mulheres cozinham arroz e feijão, pagam contas e educam os filhos.

Eu vejo e observo muitas mulheres julgando o comportamento de outras mulheres. Mas é necessário que se faça uma análise da sociedade que queremos, e o que pode ser possível de mudança positiva e que traga um pouco de paz no ambiente feminino.

Você fala mal da sua amiga? Você julga a roupa dela? Você questiona a vida sexual da sua colega de trabalho? Você telefona para outra pessoa para falar mal de alguma garota da sua família? Você já observou se a sua amiga precisa de ajuda? Você é capaz de ajudar alguém? Você é capaz de não destruir socialmente através de uma rede de intrigas a vida de alguém?

Você consegue mudar e ser a mudança?

A mudança social a princípio é uma atitude individual, depois soma e torna-se um coletivo, uma atitude coletiva de bem viver aceitando a todos e todas!

Coloque-se por alguns instantes no lugar de uma mulher brasileira, levando em conta todo o atraso e retrocesso que este país vive onde debates adormecidos são novamente adormecidos…

Mas e os movimentos sociais de empoderamento feminino no Brasil e etc?

Sim são muito importantes, e por vezes são reacionários e perseguidores também, assim como o machismo e a misoginia, muitas lideranças femininas no Brasil não escutam, não enxergam ou fingem que o Brasil é feito de várias camadas, porque o importante mesmo hoje é aparecer nas redes sociais com uma camiseta bacana e dando aquela imagem de Frida!

Empoderar uma mulher, empoderamento feminino é quando uma ajuda a outra e consequentemente ajudando todas!

Não despreze uma mulher, dê liberdade para que ela seja o que el quiser.

Não despreze uma mulher porque ela não faz parte de um grupo político!

Não despreze uma mulher porque ela não é feminista!

Não despreze uma mulher porque ela é bonita e gosta de roupas diferentes das suas!

Não despreze uma mulher porque ela não estudou o suficiente e não consegue falar coisas sobre escritores e poetas franceses!

Não despreze uma mulher!

Tome um café com uma amiga, sem compromisso e tenha um diálogo solto. Talvez isso seja tão bonito e singelo e que possa ser um agente de transformação.

Uma mulher ajuda e levanta a outra. E assim todas nós nos ajudamos. É importante!

 

Views All Time
Views All Time
242
Views Today
Views Today
1



Posts relacionados

Plataforma Eleitoral da Aliança Nacional LGBTI+

White People Problem

A beleza não é uma obrigação, é uma cortesia para o mundo!

No verão estaremos todos bem!

TODO CAMBURÃO TEM UM POUCO DE NAVIO NEGREIRO.

A VOZ DAS URNAS conversa com Pedro Fernandes (PDT)