A depressão também atinge crianças e adolescentes, e atinge de forma avassaladora, muitos são os fatores para a depressão infantil e juvenil, como os fatores bioquímicos, fisiológicos e por fatores externos como vivência de traumas e de auto rejeição, a auto rejeição é acentuada na adolescência, a adolescência possuí uma constelação de fatores emocionais os quais a medicina não se aprofunda, todos nós sabemos o quanto é difícil ser adolescente, a adolescência é aquela fase em que a sociedade te julga e te pontua como um estorvo e que por obrigação deve crescer rápido e se tornar um adulto de sucesso e de preferência empreendedor de sucesso, ou um funcionário público bem remunerado, sim a sociedade pressiona o adolescente!

Importante saber se o adolescente está feliz, e o que o adolescente está vivenciando é suportável. A adolescência é uma fase de experimentações, é linda a adolescência pois muitos sonhos e vontades se manifestam nessa época da vida e é tão curta, por isso não mal trate seu filho adolescente, deixe ele viver intensamente essa fase.

Ao perceber que seu filho ou filha adolescente estão sofrendo ( para perceber, basta observar), converse de maneira delicada, não use a pressão, use o amor pelo seu filho e entenda que o mundo é um lugar complicado e você precisa proteger seu filho, proteger seu filho é ser companheiro, compreensivo e amigo. A amizade e confiança entre pais e filhos é fundamental para que a depressão deixe de ser um tabu e assim todos possam enfrentar esse desafio com coragem e amor.

Os sintomas da depressão na adolescência são muito comuns. Nós sabemos porque já fomos adolescentes.

Os sintomas frequentes são: falta ou excesso de apetite, insônia, isolamento, melancolia, silêncio e tristeza, não querer participar de nada que o socialize, desespero, síndrome do pânico e idolatria por pessoas idealizadas como alter ego ( cantores, poetas, escritores e etc), falta de higiene pessoal, palavras rudes e falta de atenção e etc, são muitos os sinais através do comportamento juvenil onde é possível rapidamente perceber que seu filho está sofrendo. Como pai e mãe, é sua obrigação moral e espiritual, conversar com seu filho e com passos curtos interagir delicadamente e entrar no mundo complexo da adolescência do seu filho, é difícil mas é possível, crie uma estrutura saudável em sua família para que seu filho sobreviva, famílias estruturadas salvam vidas! Deixe seu egoísmo fora da sua casa e da sua vida e cuide de seu filho, os adolescentes são dóceis e pais amorosos conseguem encaminhar seus filhos para o tratamento da depressão com profissionais habilitados, psicólogos e psiquiatras.     

A depressão na adolescência tem cura, não protele com o seu filho, leve em conta que ele um dia se tornará um adulto, e é seu filho por isso faça o seu melhor para que seu filho seja feliz. O adolescente encontra a felicidade em sua casa, e não no mundo cheio de perigos e abusos.

Depressão infantil

A depressão na infância é terrível, ela é um pouco diferente da depressão na adolescência, porque a criança tem uma estratégia emocional muito inteligente de esconder a depressão, o adolescente é mais teatral pois a adolescência também é uma fase de manipulação com os pais, onde se testa os limites, mas na verdade só querem atenção. mesmo silenciosos e depressivos os adolescentes querem que o mundo inteiro saiba que ele está doente, faz parte pseudo rebeldia juvenil. Mas as crianças agem diferente, é muito difícil detectar o sofrimento na infância ocasionado pela depressão, por vezes as crianças tem alguns surtos, mas elas as crianças quando estão seriamente doentes tem medo da rejeição do pai e da mãe e por isso elas disfarçam demasiadamente qualquer sintoma. 

Como perceber uma criança depressiva?

Crianças que estão sempre silenciosas e afastadas, a depressão na infância é muito séria, as crianças sofrem muito porque elas não sabem expressar o mal estar e as aflições, mas elas sentem medo de conversar com os pais, dizer que sentem tristeza, é muito interessante acompanhar seu filho na infância, mostrar para a criança que ela pode chorar quando tem vontade, brincar quando quiser brincar, acompanhar a vida escolar do seu filho, procure um diálogo com a criança mas não pressione, converse muito e mostre muito interesse e tenha interesse! Brinque com seu filho, esteja com seu filho, leve o seu filho para um profissional especializado em psicologia infantil, e tenha fé também a fé, religião e caridade em uma família fazem as crianças se sentirem seguras. 

Remédio para as crianças , não é o milagre que vai curar seu filho! O milagre é você perceber que o amor e o amadurecimento dos pais e a estruturação de uma família se faz necessária para tratar, curar e amar seus filhos.

O mundo é um lugar severo, crianças e adolescentes depressivos são pessoas maravilhosas porque são extremamente sensíveis e cheias de sonhos, proteja seus filhos, faça da sua família o mundo deles, um mundo seguro e amoroso, família estruturada salvam vidas!

#SetembroAmarelo

   

Views All Time
Views All Time
83
Views Today
Views Today
2

Website

Follow Me:
Facebook



Posts relacionados

Brasil!

O PROFESSOR E OS FORMADOS PELA REDE SOCIAL – EXISTE POUCO O QUE COMEMORAR.

Teoria e prática no processo eleitoral

Nossa Senhora Aparecida, eleição e decisão! Outubro Sustentável.

Outubro Sustentável!

Califórnia Bipolar, onde só os fortes sobrevivem #SetembroAmarelo