A filha de Michael Jackson, Paris Jackson fez três tentativas de suicídio, entre os anos de 2013 a 2014, a última tentativa resultou em uma internação de 30 dias em uma clínica. Atualmente a garota está bem e sua avó a acompanha no tratamento para combater a depressão, Katherine Jackson, a avó tem a guarda legal dos filhos de Michael Jackson, a mãe de Michael sempre foi uma mulher muito religiosa e forte, a trajetória dos Jacksons não foi e não é fácil.

Certa vez em uma entrevista Michael disse a uma famosa entrevistadora da televisão norte americana, que a Califórnia não era um lugar onde as pessoas falavam a verdade e que Neverland foi uma criação sua para ter seu próprio mundo.

Eu, em realidade não sei nada sobre Michael Jackson, sei que quando eu nasci e cresci, ele estava ali, estranhamente com suas bizarrices milimetricamente pensadas, e ele sempre manipulou a mídia, por isso ficou rico, muito rico, mas muito perturbado, sua desorganização mental e comportamental chegou ao limite que a própria mídia que o construiu o destruiu. 

A Califórnia é para os fortes, o jogo é árduo e implacável.

Documentalmente, as verdades são, anemia e o vitiligo devastador e isso atingiu absurdamente o psicológico de Michael, sobre ele ser portador de lúpus a doença que destrói a auto imunidade, nunca foi confirmado.

Sobre as acusações que o cantor sofreu e respondeu em juízo, no que se refere a manter relacionamentos abusivos com criança, foi provada a sua inocência, e ele foi absolvido.

Quando as pessoas fazem o bem para o próximo, a imprensa não divulga com intensidade. Michael Jackson sustentava 39 instituições para crianças carentes, crianças com câncer e crianças vítimas de queimaduras.  

Michael não aguentou ser alvo, e se matava aos poucos com o uso abusivo de medicações. 

Califórnia te leva à morte se você não ceder aos caprichos da indústria do entretenimento.

A autopsia oficial relata parada cardíaca. 

O coraçãozinho de Paris Jackson, não aceitou a perda do pai. Seja uma garota pobre ou rica, a depressão chega e é devastadora.

Mas a família Jackson é como qualquer família, cheia de traumas e dilemas. As pessoas carregam muito na tinta quando o assunto é Michael Jackson e sua família.

Paris Jackson, mostra interesse pelas artes, e aparentemente a menina é talentosa como o pai, se depender de sua avó e seus irmãos e estes estão sempre com ela, Paris Jackson vai superar a doença, curar ou amenizar a depressão. 

Ainda sobre a fantástica e bipolar Califórnia, li a autobiografia de Anthony Kiedis, lançada em 2004. Livro ótimo, leitura fácil, bem escrito e remete ao leitor a vida extremamente particular de Anthony, líder de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos.

O recheio do livro são as drogas, infância estranha, sexo, as amizades nada convencionais do seu pai, seu convívio com traficantes e a busca incessante pela cura em relação ao vício das drogas e as crises depressivas.

Anthony não nasceu na Califórnia, mas sempre foi um garoto típico californiano, praia e garotas, e muita heroína. E várias tentativas de suicídio.

Califórnia dos sonhos, Anthony a viveu intensamente, mas não aguentou, não queria mais ser um viciado, queria ser saudável e ter filhos.

Anthony teve uma filha, e a sua luta se tornou linda em nome da filha e em nome da vida. Ele está limpo das drogas e das crises depressivas faz 19 anos, e é um dia de cada vez.

Anthony Kiedis é um forte, a Califórnia desta vez não conseguiu!

#SetembroAmarelo

Views All Time
Views All Time
130
Views Today
Views Today
5

Website

Follow Me:
Facebook



Posts relacionados

É dezembro mas parece o inverno de 1992!

FAMÍLIA BOLSONARO E O ASSESSOR DE 1 MILHÃO DE RAIS.

A técnica do copo com água

Educação e Sustentabilidade!

Onde está The Book?

As mulheres não são coniventes