Ilustração Divulgação Instagram

Você já sabe que precisa de água para viver, mas você já sabe o quanto a água precisa de você?

Muitas músicas, muitos filmes e muitos livros já abordaram a água como tema central, bebemos água todos os dias… precisamos de água todos os dias, mas quando uma enchente ocorre a “culpa” é da água! Assim pensamos.

Em realidade, somos muito omissos e sem compromisso com a manutenção e preservação de nossas águas.

Dias atrás estava revendo o filme Roma, e percebi que a água era também uma personagem, que tinha como sentido delimitar ou limitar uma circunstância da personagem Cleo, no inicio do filme, Cleo a empregada lava o piso, dá a impressão que a água é uma figura de transição para Cleo, ela lava coisas o tempo todo, uma chuva de granizo é motivo de alegria para as crianças numa determinada cena do filme, uma bebida derrubada em uma celebração de ano novo parece ser um prelúdio, e no fim a água do mar parece querer levar as crianças e Cleo as salva! Nesse filme Roma, a água representa o signo do destino da personagem Cleo, mas a água não é um signo a água é um elemento da vida, e em especifico neste filme Roma, a personagem Cleo passa pelas pessoas como água, desapercebida!

Citei esse filme porque é um filme muito representativo, com muitas mensagens explicitas e outras subliminares, mas é apenas um filme!

Na vida real, a água também tem suas simbologias para todos nós.

Pouco cuidamos da água de nossas casas, esse é um tema central do cotidiano, nós brasileiros consumimos demasiadamente água e pouco nos interessamos pela água, mas ela tem que estar ali para nos servir, no banho, para cozinhar e beber.

Nós latinos, por alguma razão cultural e religiosa, celebramos a água no batismo religioso ou quando precisamos de chuva, e quando a chuva vem calma então dizemos que foi uma chuva “abençoada”!

Somos incapazes de celebrar a água todos os dias, poderíamos fazer isso respeitando toda a dinâmica da água, e diariamente poderíamos repensar a água como meio de nossa sobrevivência e adequar nosso modo de uso da água!

Água é o signo de vida de todas as pessoas, água é vida.

O mês de março não é o mês das águas, todos os meses são das águas, nós mudamos o planeta, desmatamos, poluímos, usamos água desmedidamente, e levianamente celebramos a água quando ela nos é útil tanto para o uso diário ou quando nos divertimos na praia , piscina ou em cachoeiras, mas nós somos útil as águas? Conseguiremos repensar o uso adequado e com sustentabilidade, somos capazes de conferir se o poder público cuida das mananciais, matas ciliares e áreas de recarga?

Somos egoístas quando reclamamos de falta ou excesso de água.

A água, precisa de nós todos os dias, se conseguirmos minimamente algumas mudanças de uso e compreender o quanto sistematicamente cometemos os mesmos erros, assumir esses erros e cultivar acertos e todos nós já sabemos o que podemos fazer pela água, preservaremos o nosso recurso natural precioso e valioso dentre todos, a água. Pense, reflita e mude seus hábitos a água é importante.

Água quando cuidada e preservada nos mantém vivos e sadios!

Views All Time
Views All Time
261
Views Today
Views Today
1


Posts relacionados

Oportunidades desperdiçadas

Irmãos Coen

Morrissey

Depressão digital não existe!

Mao

Desperdício e privatização: a transformação da água em mercadoria na era da globalização