A arte é o alento da alma!
Por Clara Mitre, Bióloga e Artista

       

A arte é o alento da alma, a manifestação das ideias e dos sentimentos, o funcionamento do hemisfério direito do cérebro. Usada como ferramenta, ela pode influenciar a sua mente subconsciente de forma mais poderosa do que a consciente.

Ouvimos falar muito da mente subconsciente como aquela que é atingida pelas mensagens subliminares das propagandas das empresas multinacionais, mas ela é muito mais do que apenas um receptor.
A mente subconsciente é regida por arte, intuição, hábitos, conexão, imaginação, sentimentos e criatividade. E qualquer imagem, som ou cheiro é capaz de ativá-la e iniciar processamentos desconhecidos ao ser consciente.
Somos condicionados a negligenciar esta mente em favor da lógica, do pensamento racional e analítico, mas isso não significa que a primeira não esteja trabalhando e fazendo programações, dia após dia.
O lado direito do cérebro já foi muito mais usado na antiguidade, quando seus habitantes o usaram para criar as crenças de como foi formado o mundo e de como ele funciona. As histórias daquela época foram deixando de ser cultuadas em rituais, e se tornaram mitologias, sobrevivendo nos estudos históricos e, principalmente, na literatura fantástica.

Chegamos ao ponto principal. A literatura fantástica é o gênero das mitologias, do folclore, da imaginação, das infinitas maravilhas que comportam uma dimensão supostamente inexistente, e todos estes ingredientes místicos são capazes de agir sobre a mente subconsciente, criando hábitos, emoções e conexões.
Se isso pode acontecer, então talvez a fantasia não seja tão distante da realidade como pensávamos. As lendas e o folclore de cada região, manifestados em suas culturas populares, juntamente com o acesso às culturas de outras regiões através da internet, são elementos que nos constroem enquanto seres pensantes e tem grande influência em nosso conhecimento de mundo. Mesmo que fantasioso, o gênero traz consigo aprendizados subliminares, os quais serão processados e enviados à mente consciente em forma de ações, palavras, equações e análises lógicas.

Dessa forma, por que não unir todo o poder subconsciente de forma a atingir as pessoas de forma positiva? E uma dessas formas é pela manifestação da arte que eu e muitos ilustradores nos comprometemos. Ilustrar é uma maneira de trazer à tona nossos sentimentos e percepções sobre o mundo de forma lúdica.
Foi com este sentimento que foi criada esta série dos elementais, que ainda está só no seu começo, com os quatro principais elementos que supostamente criaram todas as outras coisas.

E nada mais interessante que unir todo esse aparato da arte e da mente para propagarmos e reprogramarmos em nossas cabeças, a importância da vida, a importância de se preservar, tanto quanto for possível com a presença humana no planeta, as nossas riquezas naturais. E para isso estes desenhos se assemelham à constituição humana. Em sua estrutura básica, você os olha e se reconhece.

Artes por Clara Mitre (Claresina)
Ilustradora, Designer Gráfico e Bióloga.

Quem se interessar em acompanhar:
Instagram: @claresina
https://www.instagram.com/claresina/

Views All Time
Views All Time
574
Views Today
Views Today
2


Posts relacionados

Professor não é pistoleiro

Start up da área de Compliance para o Combate à Corrupção

O Carnaval da resistência

Significado de Ditadura

De crime em crime, os responsáveis seguem impunes… O que fazer?

A DESCREDIBILIDADE DAS AUTORIDADES POLÍTICAS E ESPIRITUAIS